Por que ser contra a Revolução?

Se a Revolução é a desordem, a Contra-Revolução é a restauração da ordem. E por ordem entendemos, a paz de Cristo no Reino de Cristo. Ou seja, a Civilização Cristã, austera e hierárquica, fundamentalmente sacral, anti-igualitária e anti-liberal.
Dr. Plínio Corrêa de Oliveira

sábado, 8 de outubro de 2011

Suicídio e famílias numerosas

Poucas semanas atrás, nossa cidade foi abalada com um crime passional que terminou com o suicídio do agressor. Uma tragédia que não vale a pena comentar. Contudo, li hoje um estudo (clique aqui para ler em português) da Organização Mundial de Saúde, orgão da ONU, que vale comentar.
A notícia chocante é que o suicídio no mundo aumentou 60 % nos últimos 45 anos, estando hoje em 16 casos anuais para cada 100.000 habitantes (tenho certeza que aqui em Lavras, cidade de 100 mil habitantes, é muito menos, graças a Deus). Os campeões do suicídio são naturalmente os países ricos, onde a vida materialmente é cheia ao ponto de saturação, mas espiritualmente vazia. Tão ou mais chocante é o fato do perfil do suicidado estar rejuvenescendo. Segundo as estatísticas, embora a população venha envelhecendo, a porcentagem de jovens que se suicida é muito maior hoje que no passado. Em vários países do mundo, já há mais jovens do que velhos suicidando. A notícia não diz mas desconfio que drogas, álcool, internet, divórcio dos pais, relações sexuais precoces, etc. sejam as causas.
Há uma boa notícia, que não é surpresa para ninguém que conheça um pouco da realidade: Quanto mais numerosa a família, mesmo após correção para fatores colaterais como renda e escolaridade, menor a probabilidade de ocorrência de suicídio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários que contenham termos chulos serão automaticamente excluídos.